Breakfast at Tiffanys


da covardia de enfrentar o destino, esta vadia inconstante
fevereiro 1, 2012, 6:37 pm
Filed under: Sem-categoria

Adeus Facebook. Não é a exposição, o tempo perdido, as bobagens ditas que me fizeram deletar a conta. Mas sim a crueldade e falta de sentido de deus, da  vida, do universo e tudo mais.

Emocionalmente abalada com tanta judiação e tristeza sem razão de ser com os animais propriamente. Não só de atos dos humanos )de quem já espero isto), o que realmente me joga no fundo do buraco negro da depressão é saber que merdas acontecem “pelo acaso do destino” ou o que quer que seja que move a vida nesta miseravel existência terrena.

Porque existem seres inocentes e pessoas realmente boas. Mas isto não faz a mínima diferença para a roleta russa da desgraça. Na verdade, ela até prefere estes.

What´s the fuck point em foder com quem já vive fodido??? Cachorrinha que não anda, cuidada por uma senhora pobre e simples, que se vira para tratar bem da pobrezinha e de outros animais – muito mais do que a maioria das pessoas que eu conheço e têm recursos. Não bastasse a dificuldade toda, tem que meter um câncer na história… a cachorrinha está com um tumor.

Meu coração está partido, to me sentindo um lixo por não ter mais coragem de acompanhar o caso. Tem certos fatos que inteferem na concepção de vida de forma irremediável e já vivi um ou dois. Este é mais um deles. E não tenho condições emocionais para ficar sabendo de tantos outros similares, que ocorrem todos os dias.

E, desculpe a intolerância religiosa, mas não em venha falar que deus sabe o que faz, que vai ajudar, que tudo tem um propósito, ou que não tem nada a ver com isto, que é mentira. E se for pra contar mentira, pelo menos elabora melhor.

E seja realista: a vida de um uns é melhor do que de outros não extamente por culpa de cada um. Tem merdas aleatórias aos montes por aí.  Eu sei, vc sabe. E estas merdas, muitas vezes, acontecem com quem menos merece.  What’s de point??????????? Sorte e azar apenas???

Se esta for a resposta, será menos dolorido do que enxergar tudo sob a ótica de religiosidade porque se deus ou alguma força maior existem, são grandissíssimos filhos da puta. E eu não quero ouvir falar deles. Ser ateia convicta seria um grande alívio. Mas ouvi merda religiosa de várias fontes a vida inteira para conseguir me manter longe de toda esta bobagem. No fundo, acho que existe algo.

Ta, não é comigo, minha vida ta boa, minha mãe e meu pai tão bem, meus marido e cães estão bem. mas me diz como alguém consegue viver feliz de verdade em um mundo onde este tipo de merda acontece?

Pensando bem, o homem é cruel de natureza porque a natureza é. Como pedir que seja diferente se todos os exemplos de sobreviência natural incluem caçadas selvagens, brigas por território, por comida, por sobrevivência. O ser humano é assim ésta merda total capaz de socar um cãozinho até morrer porque é a natureza deles.  E se ele é fuck da imagem e semelhança de alguma força, energia, entidade ou o raio que o parta, o que seria esta força miserável.Se alguns seres humanos conseguem dominar outra índole e não ser 100% ruindade é mérito próprio deles. Porque nada na vida prova o contrário.

“Mas que vadia rebeldizinha imatura  blasfemadora” dirão tantos.

Só que eu tenho QI alto, penso demais e sou sensível além da conta. E embora posso exagerar um pouco, no fundo, no fundo, vc sabe que espremendo o sumo da embalagem de comunicação ácida, minha reflexão faz total sentido. Ao menos, o fato dela existir.

Como diz Rocky Balboa: “Nada nem ninguém bate tão forte quanto a vida”.

Aviso aos pregadores: fiquem longe de mim, nem tentem lavagem cerebral comigo.

Por menos popular que este blog seja, em posts deste tipo chove chato pregador tentando arrematar mais um para o seu culto estúpido. 

Não perca seu tempo porque não vou ler nem aprovar seu sermão.  

Ainda, ajudem a Pepê. Porque da vida, ela já vem tomando uma surra…

Anúncios

4 Comentários so far
Deixe um comentário

Ka, concordo com tudo o que você falou. E não acho que seja covardia sua sair do Facebook por isso, é simples defesa por não conseguir ajudar. E vou te falar: a fé é defesa. Não sou uma pessoa religiosa, odeio que tentem fazer com que eu seja, mas não abro mão de acreditar que tudo vai melhorar e que tudo tem um motivo.
Sim, é babaca, mas é a minha defesa. Pelo menos, para mim, se eu não acreditar nisso, não consigo seguir em frente.
Essa “arte de viver da fé só não se sabe fé em quê” é a minha força para lutar nessa vida completamente louca e sem sentido…

E você faz falta no Facebook. Sem seus comentários inteligentes e ácidos não é a mesma coisa. rsrs

Beijos

Comentário por kekecasv

Mari, vou te falar uma coisa: no fundo eu tenho inveja de quem consegue levar a vida com sua crença sem ser fanático, assim como vc…porque a minha posição me faz sofre muito..e não muda nada, né…
Algum dia eu volto para o FB, Mari..quando estiver mais equilibrada emocionalmente…meu fim de ano foi pesado e o começo teve uns baques também…mas vamos em frente!
Bjos

Comentário por Ka

Sentindo sua falta no face…mas te acompanhando para onde quer que vá…

Comentário por picida ribeiro

Picida, vc é um anjo por ter tanta paciência, por tantos anos, para ler minhas bobagens rs..
Bjs!

Comentário por Ka




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: