Breakfast at Tiffanys


Japão II
março 18, 2011, 10:12 pm
Filed under: Sem-categoria


fonte

Nunca tinha visto, em outras tragédias, tantas imagens de atenção com os caninos por parte dos próprios atingidos!

Taí mais uma das marcas deste povo tão diferenciado  do que conhecemos por aqui, onde, imaginem, tem que ter campanha até para pedir que a população não use as ruas como banheiro (!!) – ah, mas temos o Carnaval, né..

Deixa pra lá…porque se eu for refletir muito sobre este xiqueiro de país, vou lá dormir nos abrigos com radiação e tudo…

Tão mortal como a radiação, é a ignorância e outros males, que evaporam com qualquer identidade e possibilidade de dignidade. E sem isto, um povo não é nação. Temos muito o que aprender, não só com japoneses, mas com nações que assim o são por direito conquistado.

O post não era pra isto, mas ando bem atacada estes dias, então foi…tanta barbaridade acontecendo por perto.

Anúncios

6 Comentários so far
Deixe um comentário

Eu sou grande admiradora do povo japonês. Um povo que já comeu o pão que o diabo amassou várias vezes, mas consegue renascer das cinzas.
E a gente reclama da nossa terra! Nosso clima é ameno, não temos terremotos nem tsunamis, nunca fomos castigados por guerras sangrentas, temos terra para plantar, água em abundância.
Mas como nada é perfeito, o povinho que por aqui habita…pelamordedeus!
Beijos.

Comentário por lucy in the sky

hahahahahaha. É por aí mesmo, Lucy. Eita povinho ruim, né…
Bjs

Comentário por Ka

População evoluída é outra história…

Comentário por Mari

Olha, Mari, sinceramente, estou chegando à conclusão de que há fatores genéticos também no comportamento coletivo. No Brasil, por exemplo, deve haver em abundância os gens da vagabundagem e do golpismo. Sem contar o “me dá que eu preciso”.

Comentário por Ka

KA, me lembrei tanto de você… Em “O Globo”, hoje, 2º caderno, a atriz Betty Gofman solta os cachorros em cima de grávidas que abandonam (ou dão) seus – até então queridos – cachorros porque o bebê vai chegar. Preciso o desabafo dela.
Quanto aos japoneses, uma lição atrás da outra…

Beijocas.

Comentário por Selma Barcellos

Fiquei sabendo hoje, mestra.
O que postei no Facebook: Se a criatura pensa em abandonar o seu pet porque vai ter filho, não serve pra ser mãe. Aliás, não serve pra nada no mundo. ta ocupando espaço só….
Bjocas !

Comentário por Ka




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: