Breakfast at Tiffanys


Medo
março 17, 2010, 8:24 pm
Filed under: Sem-categoria

Minha amiga Lu, que tem paciência de santa e nunca me leva a mal, me inspirou neste post.

Medo.

Da morte, minha e de quem me rodeia – como de fases, épocas, ideias, costumes. Muito, muito medo de morte.

Medo eu tenho de dor. Da física mesmo, da cólica, do osso quebrado, da enxaqueca e de furúnculo, de parto, da depilação, da unha encravada, ah, qualquer uma.

E dor de perda.

De ter câncer.

De não ter dinheiro para cuidar dos cachorros.

Medo de ficar burra. De ficar cega. De ficar gorda, muito gorda.

Medo de pirar. Perder o frágil controle sobre meus atos.

Medo de ser verão o ano todo. De ficar sem protetor solar.

Do computador quebrar.

Medo de ver o que não suporto, de atropelar um cachorro.

Medo de assalto.

De ter que cozinhar todos os dias para sempre.

Medo de não ver o fim de Lost. De nunca ver o Corinthians ganhar esta merda de Libertadores e ter que aguentar encheção de saco o resto da vida.

Medo de ficar grávida. De bater com a cabeça, perder a personalidade  e não gostar de animais.

De que coloquem carne em pó na lasanha de soja.

Medo de não ficar velha. E de ficar demais.

Medo. Muito medo, Lu!

Anúncios

7 Comentários so far
Deixe um comentário

Mas está inspirada, a Ka! Eu também tenho medo do excesso de velhice. Mas gosto da sabedoria que, para alguns, ela traz.

Beijocas.

Comentário por Selma Barcellos

Lulu, a santa do pau oco está pensando antes de te responder. Num primeiro instante posso te dizer que tinha um medo absurdo de nunca mais voltar a dirigir. Demorou, mas foi tão bom enfrentar este velho safado que se abrigou em mim com seus excessos, com seus abusos e expulsá-lo com toda a força do sangue que corre em minhas veias! Gritei-lhe na cara as verdades represadas! Chorei à exaustão, por quantas noites, no meu quarto ou no meu coração, eu nem sei dizer. Aguarde, I`ll be back… rs
Beijo

Comentário por luciana

Acho que todos temos medo, uns fingem melhor que os outros, mas não é todo mundo que tem a franqueza de expor “seus medo”.. os meus, nao sao muito diferentes dos teus, eu ando com medo de sonhar…

Comentário por Lucí

Acho que boa parte dos nossos medos são comuns. E talvez sejam o medo de todos.. medo de ter câncer, de ver morrer quem amo, da dor física (e emocional), de atropelar um cachorro (eu piro com isso!), de ficar gorda, de ficar muito velha etc etc… Tenho muito medo também de não engravidar! São tantos e tantos, que eu prefiro não pensar…

Um beijo, querida!

Comentário por Mi

Texto ótimo e inspirador. Adivinha… vou fazer minha lista de medos e te aviso

Comentário por picida ribeiro

Tenho medos parecidos com os seus, Ka. Meu principal medo é de não poder ser mais quem sou. Seja por acidente, loucura ou qualquer outra coisa…
Beijossss

Comentário por Mari

Ká, mas não pense que sou super equilibrada e civilizada só por causa daquele texto cheio de ternurinha, não? Se eu cruzar com uma ex, atropelo e juro que foi acidente! hahahaha

Obrigada por ser tão querida!

Beijos, beijos!

Comentário por Mi




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: