Breakfast at Tiffanys


O verão chegou. E o que o diabo o carregue o mais rápido possível
dezembro 21, 2009, 5:01 pm
Filed under: Sem-categoria

Se revoltar contra as estações do ano é inútil, claro. Nem chuva, nem sol, calor ou frio vão embora só porque você não gosta.
Mas vale o desabafo.
Detesto verão. Detesto mesmo. Odeio o calor e 99% de tudo o que se costuma relacionar a ele. Não suporto praia, turista e turismo, samba e axé, caipirinha e gelo de água da torneira, areia melada de xixi, biquini e palito de sorvete, sunga, suor e mau cheiro, etc.
E não gosto de sol. É vero. Sou vampira. Daquelas legítimas que não conseguem encarar a luz solar sem desmanchar.
E que baste. Não há nada de errado comigo. Eu só não gosto. Já gostei, confesso.
E tanto que passei absolutamente todos os verões da adolescência na praia, esgotando a cota de paciência para tanto suor e dias perdidos. Ainda bem que a gente cresce.
Não que gostar do calor signifique imaturidade para todos. Mas para mim foi assim, me sinto melhor e mais sábia hoje do que me sentia naqueles dias.
E talvez relacione lá no subcosciente sempre inconsistente os dias quentes de janeiro com um monte de gente e coisas não legais da fase. Como disse, ainda bem que a gente cresce – mesmo que para enxergar que perdeu tanto tempo…faz parte.
Mas não é só isto. Realmente eu passo mal no verão: a pressão cai, me sinto mal, sem força, só quero dormir. E o pior: durmo mal.
Para o frio dá-se um jeito com blusas, jaquetas e sobretudos, meias e calças de lá, cobertores e botas elegantes. Ah, como ficamos mais elegantes no inverno. Tudo é macio e bonito. Além de não sermos obrigados a ver tanta deselegância nas barrigas de fora das calças de cintura baixa. Quando vão banir esta moda, hein?
Já para o verão, não tem remédio, não é possível se livrar do calor insuportável nem desperdiçando energia e água que fazem falta para o planeta pelos detestáveis ventiladores e lavagens de calçada intermináveis. E tem o ar condicionado: o eletrodoméstico mais anti-higiênico que existe.
E você passa metade do dia bebendo água e a outra metade indo ao banheiro para o rim funcionar. E o trânsito ficar piro do que é. E as pessoas fedem e brilham, e os cães se coçam e é impossível ter um momento sequer de lirismo…

É engraçado como o verão é endeusado. No noticiário hoje mostrava-se uma praia do Rio de Janeiro, concluindo com o clichê da ode ao calor: ah mas que inveja, respondia a apresentadora paulista…
Fale por você…inveja de 40 graus? eu hein!! (nada contra o Rio) mas inveja tenho é das nevascas lá do hemisfério Norte. Talvez se estivesse ficado presa no Eurotúnel nem acharia tanta graça. Mas daqui deste inferno tropical, parece mais o paraíso.

Anúncios

8 Comentários so far
Deixe um comentário

Conterrânea, mais um daqueles posts que eu poderia ter escrito exatamente como você! Mas sabe, quando a gente vive num país no qual a temperatura fica abaixo de 5C por 6 meses (agora estamos a -11C), o corpo pede um solzinho.
Agora, aqui o inverno é o paraíso dos casacos, botas, echarpes e chapéus! Tem idéia do que é usar um chapéu de feltro, super-elegante? Eu fiz uma coleção deles!
Bjs!

Comentário por Selma

Na verdade, Ka, você tem tudo contra o Rio! hahaha
Tudo o que você descreveu, é vivido pelos cariocas o ano inteiro. Frio só em dias soltos no inverno. E nem rola usar casacão. É um frio paraguaio, sabe? rsrs
Eu gosto do calor porque quando o tempo esfria minha sinusite ataca e fica difícil fazer qualquer coisa espirrando o dia inteiro. Mas é claro que fica difícil ficar elegante derretendo.
Agradeça por não ser carioca e sonhe com o inverno elegante de São Paulo que nós não temos. hahaha
Beijossss e um ótimo Natal!!!

Comentário por Mari

Odeio calor. Adoro frio. O aconhego, a elegancia, o vinho, fondue, tudo melhor.
Os ultimos 5 anos que trabalhei em SP morei em bragança Paulista, viajava todo dia. Era um delicia. Sol de montanha de dia, e friozinho a todo, sempre.
Agora em Ibitinga, interior de SP. o calor é infernal. me acabo, e me rendo aos tais ar condicionados.

Comentário por picida ribeiro

Sou de Porto Alegre e concordo com cada palavrinha sua….

Comentário por Lúcia Medeiros

O calor é do DIABO do SATANAZ, a pior estação que existe é o verão. o Calor não presta pra nada, me faz muito mal. Que o sol desapareça e vivam os dias nublados, com temperaturas entre
-5ºC à 10ºC. Isso sim são temperaturas agradaveis para se viver, você pode se vestir bem, pode namorar, fica tudo melhor. Não to nem aí pra quem descordar comigo. Eu sou o que eu sou. Que o verão vá pro INFERNO “A ESTAÇÃO DO SATANAZ”.

Comentário por Antônio

tbm detesto o verao parece coisa do demonio musicas feias suor um nojo só.

Comentário por laine

DETESTO o verão!!!Tudo é ruin!!!A pele fica mais oleosa, com mais acne…manchas, rugas, brotoejas e todo tipo de porcaria que a pele não merece….o perfume não rende….você sai do banho suando!!!Um nojo! Fica-se no trânsito em meio à um Sol horrível, as praias intupidas de gente…você sai de casa arrumado e chega no lugar já suado!!Não se pode usar uma roupa mais elegante…Odeio musiquinhas de verão….funk…micareta , axe e etc…ARRGHHHH …Nojo..Por isso sai do Rio de Janeiro e fui pra Santa Catarina…bem menos Tenso aqui. Até o verão achei diferente…E o Inverno…UMA MARAVILHA!!!

Comentário por Lee

Saudações de portugal. Um abraço de solidariedade a todos os que vivem em países que estão na mira turística dos banhistas de sol.

Comentário por espadaneiraanton




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: