Breakfast at Tiffanys


Diploma sim
julho 10, 2009, 8:03 pm
Filed under: Sem-categoria

diploma de jornalismoA Mari tem me inspirado nos últimos posts. E agora foi seu desabafo tocante sobre esta história absurda do diploma de jornalismo que me fez finalmente abrir a boca sobre o assunto.

É o seguinte. E só vou falar uma vez sobre isto porque este assunto me tira do sério.

Jornalismo não é coisa de AMADOR. Jornalismo é coisa séria.

Sem ofender.
Blogar não é jornalismo, emitir opinião não é jornalismo, sua vida não é jornalismo. Aprender na raça não é jornalismo, embaralhar letrinhas não é jornalismo. Escrever bem não é jornalismo, ter uma coluna não é jornalismo. Marketing e relações públicas não são jornalismo. Nem assessoria de imprensa é jornalismo.
Expressar-se não é jornalismo, poema não é jornalismo, palavras bonitas não são jornalismo. Ser famoso não é jornalismo. Escrever um livro não é jornalismo.
Quer saber o que é jornalismo?
Entra na faculdade que aí a gente conversa, ok… ( tá fui grossa)

Converse com um jornalista diplomado.

090623_diploma-jornalismo

Anúncios

5 Comentários so far
Deixe um comentário

Ka, eu também fiquei um tempão sem tocar nesse assunto de tão revoltada que fiquei. Chorei muito, mas muito mesmo. Minha mãe foi na passeata que teve no Rio. Ela foi no meu lugar porque eu tinha aula na autoescola (não, eu não decidi ser motorista por desespero. Só estou aprendendo mesmo. rsrs).
Concordo com tudo o que você disse. As pessoas estão confundindo muito. Agora, qualquer ex-BBB no TV Fama é jornalista. Muito triste essa tentativa de nos desvalorizar.
Mas é como você falou no meu blog: as empresas sérias sabem a importância de uma formação.
Agora, para descontrair: jura que inspirei você nos últimos posts? Tô muito chique! hahahaha
Beijossss

Comentário por Mari

Ka, quando se tem como princípio ético que jornalismo é coisa séria; quando se consegue fazer (bem feito) qualquer item do seu penúltimo parágrafo OU quando se sai para a pauleira da profissão, à cata da notícia, de sua veracidade, com responsabilidade sobre os envolvidos, “sentando o rabo” para redigi-la e… AINDA SE TEM O DIPLOMA…ah, amiga,temos o “plus” na manga. As empresas saberão dar valor a isso. Relax. Os que vierem para o mercado, sem o diploma, terão o dobro de caminho a percorrer.
E tempo é dinheiro para empresários.

Beijocas.

Comentário por Selma Barcellos

Pois é…e tudo em nome da liberdade de expressão…
Ser conhecedor de um assunto não torna ninguém um profissional de Comunicação; no máximo, será um bom articulista.
Mas o mercado é que se regulará por enquanto.
Bjs

Comentário por Sheila

Sempre sonhei ser jornalista, dessas com diploma. Não consegui passar vestibular USP, entrei em Letras, e como não podia pagar Faculdade, tomei outros rumos. Gosto de escrever, tenho um certo jeito para a coisa, fiz assessoria de imprensa em priscas eras, mas não sou jornalista, tampouco me sinto assim. Tenho amigis intimos como Carlos Tramontina da TV Globo SP, Mario Mendes, jornalista e editor de grandes veiculos, cujo diploma, fortaleceu o talento natural.
Respeito, e admiro os jornalistas formados, sei que elas realmente tem algo a mais, mas não ignoro o TALENTO natural para coisa.
Conheci jornalistas formados em boas escolas que não se deram bem exercendo a profissão. Meu enteado é um deles. Não tem o “clic.”
Faço o registro dos jornalista Paulo Francis, Tarso de Castro, que aprenderam com a vida e o trabalho.
Com todo respeito e admiração aos cursos, acredito que para Desenho, Jornalismo, Gastronomia, a tecnica ajuda, mas o DOM, O TALENTO esse é fundamental. sorte de quem, como voce, tem os dois. Apareça no meu blog. Voce anda sumida. Está de mal de mim??? rsrs VOce é muito brava!!!

Comentário por picida ribeiro

Picida,
Eu não sou brava, só sou contundente.
Eu defendo qualificação profissional sempre. Acho que talento é super-estimado, principalmente numa sociedade como a nossa, onde o jeitinho é a cultura dominante – queremos sempre tomar o atalho, fugir dos caminhos mais completos.
O estudo é capaz de suprir qualquer dificuldade natural. E fico frustrada por sentir o esforço de quatro anos de luta na faculdade ser visto como coadjuvante.
Não podemos comparar jornalistas de outras décadas com a situação atual. Era outra sociedade.
Não estou de mal, só você que não está atualizando seu blog, hehehehe.
Bjs

Comentário por Ka




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: