Breakfast at Tiffanys


A culpa é do porco…
abril 29, 2009, 8:45 pm
Filed under: É sério, Não como cadáver, Sessão Descarrego | Tags: , ,

Ser humano é bicho estranho. É só algo sair do seu controle. que rapidamente ele encontra alguém para culpar. Mesmo que indiretamente, ele liga o mal a outros. Quer se safar de sua cota de responsabilidade, se sentir vítima.

Já  ouvimos horrores do mal da vaca louca. Não é mera semântica, a denominação tende a relacionar a vaca com mal e com loucura. Cá para nós – e que me perdoem os carnívoros – mas acho que louca é a relação que o homem criou com a alimentação. Vive-se para comer. E não bastasse a gula, há a necessidade doentia de consumir outros seres.

Canibalismo pegaria mal. Então vamos comer outras espécies. Como se elas existissem só para nos satisfazer.

No blog antigo fiz vários post contando sobre o preconceito geral contra os vegetarianos que senti muitas vezes na pele. Degenerados, estranhos, como ousam tentar sobreviver sem cadáveres e reverter a ordem pré histórica da cadeia alimentar? Escuto piadas de todos, provocações veladas (mas ele adora carne, vem comer carninha, bebe… – nada a ver com o post,  isto extremamente pessoal e se algum dia alguém ler, vai entender claramente e se sentir ridícula), sou taxada de radical, sofro insistências irritantes para comer carne.  Só porque não quero viver as custas da vida de outros seres vivos.

E as denominações se multiplicam. Gripe do frango. Matem os frangos. Como se eles não fosse morrer mesmo…

porcos-donosO culpado da vez é o porco. Gripe suína. Será que foram os porcos que a criaram e a espalharam? Mas que bastardos animais impiedosos trazendo calamidade à humanidade…

O que se esquecem e poucos fazem questão de lembrar é que as mutações genéticas  que levaram os vírus à atingir os humanos deve ter ao menos alguma ligação com a criação industrial cruel dos animais para consumo.

Quantos hormônios os animais são expostos, quantos produtos químicos para aumentar a produtividade não são utilizados. E o ambiente. Li hoje um artigo que diz que só nos EUA há 65 milhões de porcos concentrados em 65 mil instalações. ? .  “infernos fecais de hoje, nos quais, entre o esterco e sob um calor sufocante, prontos para intercambiar agente patogénicos à velocidade do raio, se amontoam dezenas de milhões de animais com mais do que debilitados sistemas imunitários” – seguia o artigo.

O mal que se cria é o mal que se colhe. Não temos a vingança do porco, mas sim a consequência da ganância do ser humano.

Seria mais digno deixarem o porco em paz e assumirem – ao menos semanticamente – a culpa pelos males que causam a si próprios.

Friamente falando, a Terra está precisando de uma extinção para equilibrar o curso da vida, garantir a continuidade do planeta. E aqui, ca com meus botões – e só isso mesmo, sem maiores aprofundamentos científicos  – eu avalio que a espécie mais destrutiva e  que não faria falta alguma ao planeta, é a nossa.

E alguém ainda duvida que isto vai acontecer?

Anúncios

9 Comentários so far
Deixe um comentário

A Terra já vem dando o troco faz tempo… E o bicho homem, de forma absurda e “abcega”, prossegue em seus desmandos irresponsáveis…

Beijocas!

Comentário por Selma Barcellos

Não li nada a respeito. Mas acho os noticiários sobre o assunto tão superficiais. Não se fala em sintomas. (Creio que o motivo, é que pouco ou nada sabem a respeito). Também achei bem conveniente dizer que tudo começou no México e que o problema maior está lá. Por que somente os voos do México foram cancelados em alguns países? Cancelar os voos dos EUA nem pensar, né… Ainda como alguma carne, como você bem sabe. Mas consigo passar praticamente sem carne de porco. Concordo contigo quando diz sobre a ganancia e a falta de limites do ser humano. Somos reféns da mesa, pois ainda não damos conta de quem somos. Não assumimos o domínio de nossas consciências, não assumimos as responsabilidades que nos cabem e vamos pulndo de caos em caos…

Mudando de assunto: mostrei pro meu pai o texto do dentinho. Te falei? Ele amou e riu gostosamente um tempão. Falou de você com muito carinho e te mandou um grande abraço. Sim, esta semana ele estreou no orkut… rs

Beijão! Lu

Comentário por Lu

Leia meu ultimo post, please, e comente se possivel

Comentário por picida ribeiro

Acho que o homem está acabando com a natureza e isso é apenas uma resposta natural do planeta, diferente do que o homem faz ao meio ambiente. Apoio os vegetarianos, apesar de não ser, só não apoio o extermínio, matar os porquinhos é muito mais fácil do que produzir vacinas? do que repensar o estilo de vida? nossa, eu é que vou parar por aqui…rs, beijos e viva os animais!

Comentário por Giseli

Pois é, Ka, você disse tudo. Eu sou carnívora. Na verdade, não sei viver sem carne mesmo. Mas também não tenho nada contra a quem é vegetariano. Respeito e compreendo as decisões de cada um.

Digo que concordo com você no fato de que, em troca da ganância do ser humano, criam-se os animais com hormônios para crescerem mais rápido e, lógico, venderem mais rápido. A consequencia disso tudo quem sofre somos todos nós.

Beijos

Comentário por Mari

Só um comentário que esqueci de fazer: espero que um dia a gente se conheça pessoalmente também. =]
Beijossss

Comentário por Mari

Ka, mas tem hora em que o ser humano se supera e diviniza… Dá um pulinho no tiaselma e confira.

Beijos.

Comentário por Selma Barcellos

muito bom seu texto! :}
aliás, o blog tbm.. outra hora volto pra ver com mais calma.

escrevi mais aqui: http://apatiahumana.wordpress.com/

vinicius

Comentário por Bicicletada Guarapuava

eu adorei tttuuudddooo!!!

Comentário por damaris(tina)




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: